‘O sentimento é de revolta, era uma criança inocente’, diz prima de menino que morreu em creche de Janaúba

Vigia jogou álcool em crianças e em si mesmo antes de atear fogo em creche; quatro crianças morreram, entre elas Luiz Davi Carlos Rodrigues, de 4 anos. O vigia também morreu.

Laira guarda várias fotos no celular com Luiz (Foto: Laira Sandriane Rodrigues Silva/ Arquivo pessoal)

O sentimento é de revolta. Era uma criança inocente, tinha tudo pela vida ainda. Fico imaginando a cena dele na hora gritando mamãe, pedindo ajuda e ninguém podendo ajudar. É triste”. O desabafo é de Laira Sandriane Rodrigues Silva, prima de Luiz Davi Carlos Rodrigues, de 4 anos, que morreu no incêndio criminoso em uma creche de Janaúba (MG) nesta quinta-feira (5).

O caso aconteceu no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente. O vigia da creche jogou álcool nas crianças e nele mesmo e, em seguida, ateou fogo. Quatro crianças morreram, assim como o autor do ataque, identificado como Damião Soares dos Santos, de 50 anos.

Além de prima, Laira era considerada como a segunda mãe de Luiz. “Desde os três meses que eu cuidava dele para minha tia trabalhar. Ele se apegou rápido e me chamava de mamãe Laira”, contou.

No celular, Laira guarda várias lembranças de Luiz Davi. “Toda vez que ele me via já pediu meu telefone para tirar fotos. Ele adorava colocar língua e fazer a caretinha do cachorrinho. Mais bonitinho”, relembra.

Morreram no ataque:
Ana Clara Ferreira Silva, 4 anos

Luiz Davi Carlos Rodrigues, 4 anos

Juan Pablo Cruz dos Santos, 4 anos

Juan Miguel Soares Silva, 4 anos

Renan Nicolas Santos, 4 anos

Cecília Davina Gonçalves Dias, 4 anos

Yasmin Medeiros Salvino, 4 anos

Helley Abreu Batista, 43 anos

1 comentário sobre “‘O sentimento é de revolta, era uma criança inocente’, diz prima de menino que morreu em creche de Janaúba”

Deixe uma resposta