CASTIGO FATAL: MENINA DE 6 ANOS MORRE POR ASFIXIA MINUTOS DEPOIS QUE A PROFESSORA COBRIU SUA BOCA COM FITA ADESIVA

A justificativa da professora é que ela era muito barulhenta.

Essa chocante história em que a professora de uma escolinha aplicou o castigo “final” na menina de 6 anos, a criança não resistiu ao absurdo da aplicação do castigo e morreu.

Guo Jintong é a menina que foi acusada pela professora por falar muito, o que ela não sabe é que cada criança se comporta de um modo e que, para exercer a profissão tão nobre como a de educador, precisa antes ter preparo e paciência para lidar com crianças.

Sendo tagarela ou não, nenhuma criança pode passar pelo castigo que a pequena passou e, para piorar ainda perdeu a vida.

Segundo informações divulgadas em uma mídia jornalística,a intenção da professora era de apenas tranquilizar a pequena Guo Jintong,então ela usou o recurso da mordaça para tapar a boca da criança com cola e fita adesiva, porém a menina surpreendeu a professora e continuou brincado, só que, de repente ela começou a passar mal.

A professora tentou socorrer a aluna, pediu socorro e chamou a ambulância, mas quando a equipe de atendimento chegou a menina já estava sem vida e não havia nada que os profissionais pudessem fazer.

Os pais ficaram revoltados com a notícia de que a filha teria morrido dentro da escola, um  lugarem que os pais acreditam que os filhos estarão em segurança quando os levam para o turno escolar, e que na saída será uma alegria recebê-los de volta,principalmente quando o quadro de saúde da criança está perfeito, sem nenhum tipo de doença.

A família espera providências da Justiça para punir os culpados, mesmo nada seja capaz de reduzir a dor e a tristeza dos pais, punir é um modo de evitar que outras crianças também passem ações desse tipo.

A escola provavelmente também responderá pelo despreparo da professora e selecionar para o quadro de docentes, somente profissionais selecionados após avaliação cuidadosa.

 

Deixe uma resposta